Blog

Get latest company news here

Acordo é assinado em 16%, conforme aprovado em assembléias. Mobilização por fábrica garante índices maiores.

Reajuste tem que estar no pagamento referente a novembro. O acordo coletivo de 2003 da categoria foi assinado entre os sindicatos cutistas, representados pela CNQ – Confederação Nacional do Ramo Químico, e a patronal no dia 21 de novembro, em São Paulo, conforme aprovado pelos(as) trabalhadores(as) da categoria em assembléias realizadas no dia 14 de novembro nas regionais de Campinas, Osasco e Vinhedo do Sindicato Químicos Unificados. Ele estipula o reajuste salarial de 16% sobre o salário normativo de novembro…

Assembléias em 14/11 mantém a luta por fábrica para buscar reajuste superior a 16% e PLR maior do que R$ 380,00

Campanha Salarial 2003 Assembléias em 14/11 mantém a luta por fábrica para buscar reajuste superior a 16% e PLR maior do que R$ 380,00 propostos pela patronal. Mobilização vem garantindo reajustes superiores. Manter a luta fábrica por fábrica com assembléias e paralisações nas empresas que radicalizarem em seguir a proposta feita pela patronal na Fiesp – Federação das Indústrias do Estado de São Paulo de dar um reajuste de salário de 16% e a PLR mínima de R$ 380,00, negando-se…

Campanha Salarial 2003

20% para repor inflação mais aumento real INPC do IBGE aponta inflação de 16,15% de 01 de novembro de 2002 a 31 de outubro de 2003, nossa data base. Produção industrial sobe pelo terceiro mês seguido. Patrões querem pagar: *16% de reajuste sobre o salário base de novembro de 2002, inclusive sobre o piso que passaria a R$ 520,60. Para salários acima de R$ 4.500,00 o reajuste teria o valor fixo de R$ 720,00; *8,5% de reajuste sobre a PLR…

Pressionadas, fábricas abrem negociações

Empresas do Ramo Químico da base territorial do Sindicato Químicos Unificados (Campinas, Osasco e Vinhedo) estão entrando em contato com a entidade sindical propondo a realização de uma negociação específica para o reajuste salarial de seus trabalhadores. Isso está ocorrendo após a categoria recusar o índice de 16% proposto pelos patrões e decidir partir para a mobilização fábrica por fábrica, inclusive com a deflagração de greves e paralisações pontuais nas que se negarem a abrir negociações específicas. Essa decisão foi…

Patronal oferece reajuste de 16%, abaixo da inflação, o que provoca arrocho salarial.

Em uma última tentativa de acordo em rodada de negociação realizada na tarde do dia 3 de novembro, na Fiesp – Federação das Indústrias no Estado de São Paulo, a patronal radicalizou na proposta de reajuste salarial de 16% contra uma projeção de inflação de 16,5% para o período de 1 de novembro de 2002 a 31 de outubro de 2003, nossa data base, conforme o INPC – Índice Nacional de Preços ao Consumidor do I BGE – Instituto Brasileiro…

Químicos rejeitam proposta patronal e greves terão início no dia 4 de novembro

Dar início a greves na categoria a partir do dia 4 de novembro próximo (terça-feira) foi a decisão dos sindicatos cutistas do Ramo Químico após a intransigência patronal em manter o reajuste salarial em 14%, contra uma reivindicação de 20% feita pelos trabalhadores. Na última rodada de negociações realizada na quinta-feira dia 30 de outubro, na Fiesp, os patrões também apresentaram a proposta de reajustar o piso da categoria nos mesmos 14%, que assim passaria de R$ 448,72 para R$…

Assembléia Geral da Campanha Salarial

Assembléia Geral da Campanha Salarial Dia 31 de outubro – às 18:30 hs Campinas: Av Barão de Itapura, 2022, Guanabara Osasco: Pça Joaquim dos Santos Ribeiro, 265, km 18 Vinhedo: Rua Ricardo Braghetto, 36, Centro Após as rodadas de negociações nos dias 14, 21 e 28 de outubro, estará colocada a proposta dos patrões para o nosso Acordo Coletivo 2003/2004. Veja os detalhes no verso.Como no Sindicato dos Químicos Unificados quem decide o que a direção deve ou não fazer…

É hora de pressão para arrancar 20%

Estamos a menos de 30 dias de nossa data-base, que é 1º de novembro, e a nossa pauta de reivindicações já foi entregue aos patrões. Chegamos ao momento mais importante de nossa Campanha Salarial 2003, onde a participação ativa de todos(as) trabalhadores(as) da categoria é decisiva para garantirmos a conquista de nossas reivindicações.Agora é a hora de fazer crescer a pressão dentro da fábrica. Agora é a hora de deixarmos muito bem claro para os patrões que estamos todos, unidos…

  • 1 2

TESTE

Desenvolvido por Lógica Digital

© 2016 Químicos Unificados