News details

Read the full story here
Merial leve

Merial Boehringer quer impor jornada de segunda a sábado

A regional Campinas do Sindicato Químicos Unificados realizou assembleias nesta terça (18/12)  com trabalhadores da Merial Boehringer, em Paulínia. A mobilização e luta são contra a posição arbitrária e intransigente da empresa em querer fazer com que todos trabalhem de segunda a sábado, sacrificando os momentos de convívio dos companheiros. Na fábrica de Paulínia, os companheiros folgam sábado e domingo alternados.

Além disso, a empresa quer impor banco de horas nas unidades de Campinas e Paulínia. Unificados rejeitou as propostas na reunião, porém Merial parece querer “pagar pra ver”. Em relação ao banco de horas, a atual convenção coletiva deixa claro que ela não se aplica a quem trabalha em turnos e nos casos em que é permitido, é necessário que os/as trabalhadores/as decidam em assembleia realizada pelo sindicato.

A direção do sindicato deixou claro que, caso a Merial Boehringer não apresentar uma proposta decente, a produção vai parar! Vale destacar que o sindicato há tempos reivindica a implantação da 5ª turma e segue em luta defendendo as reivindicações dos/as companheiros/as da Merial.

Portanto, o sindicato orienta todos a manter o posicionamento unitário e não assinar nenhum documento / acordo individual.

 

 

POST COMMENT

TESTE

Desenvolvido por Lógica Digital

© 2016 Químicos Unificados