News details

Read the full story here
2º  AGROECOLOGIA - PEDRO AMATUZZI (80)

II Festival de Agroecologia e Ecoturismo: sistemas alimentares mais saudáveis e sustentáveis

O Cefol (Centro de Formação e Lazer) do Sindicato Químicos Unificados sediou o II Festival de Agroecologia e Ecoturismo do Leste Paulista, realizado nos dias 5 e 6 de outubro. Nos dois dias foram realizadas oito oficinas, feira de produtores, diversas atrações musicais como orquestra de violas e caminhadas ecológicas, além de um amplo debate sobre modelos de produção sustentáveis.

2º CONGRESSO DE AGROECOLOGIA -(19)  2º AGROECOLOGIA - PEDRO AMATUZZI (71)

Além de pensar numa alimentação saudável, o Festival mostrou que comer é um ato político, que envolve um modelo econômico de incentivo ao pequeno produtor e de uma sociedade mais justa e igual. Nesse sentido, o evento abordou também a economia solidária e formas de incentivar o microcrédito.

O sindicato Químicos Unificados é uma das referências na luta em defesa da vida. Participar da realização deste festival é uma forma de divulgar amplamente novas maneiras de se produzir alimentos sustentáveis, sem veneno e de promover o turismo com respeito ao meio ambiente.

2º AGROECOLOGIA - PEDRO AMATUZZI (224) 2º AGROECOLOGIA - PEDRO AMATUZZI (246)

“A agroecologia faz cumprir a função social da terra, que é o de produzir alimento com respeito à natureza, ao meio ambiente, sem veneno, sem agrotóxico e que nos faz questionar: que tipo de sociedade queremos”, disse Delweck Matheus, da coordenação nacional do MST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra).

Um dos pontos altos do Festival foi a mesa de debate sobre crédito solidário e microcrédito, composta por Luiza Erundina (deputada federal PSOL/SP), Rivaldo Ferron (diretor de formação e educação na Cresol Central); Delweck Matheus (coordenação nacional do MST) e Arlei Medeiros (Livres – Rede de Produtos do Bem) e dirigente do Sindicato Regional Campinas.

Terra-mãe
“Encontros como esse traz esperança para a questão ambiental, a preservação da natureza, dos bens naturais, pois onde há vida há também compreensão de que somos iguais e precisamos compreender e definir os direitos da terra-mãe, que é quem nos sustenta e que nos dá condição de vida”, disse Erundina.

Ela acrescenta ainda que é necessário desenvolver as capacidades das pessoas no âmbito comunitário, organizar essa economia e fazer dela uma fonte de renda, de sobrevivência e de trabalho porque o emprego formal tende a se acabar no planeta, não só no Brasil.

2º AGROECOLOGIA - PEDRO AMATUZZI (23) 2º AGROECOLOGIA - PEDRO AMATUZZI (173)

O Festival de Agroecologia e Ecoturismo é realizado pelas organizações LIVRES – Rede de Produtos do Bem, Sindicato Químicos Unificados, Associação de Agricultura Natural de Campinas e Região; e Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

POST COMMENT

TESTE

Desenvolvido por Lógica Digital

© 2016 Químicos Unificados