News details

Read the full story here
WhatsApp Image 2017-07-21 at 09.30.47

Jonas tenta mais uma vez enganar população usando imagem do Hospital do Amor

O prefeito de Campinas Jonas Donizette mais uma vez tenta ludibriar a população de Campinas utilizando a imagem do Hospital do Amor (Unidade do Hospital de Barretos) em Campinas, agora no carnê do IPTU. A construção desta unidade de saúde não contou com um único real da Prefeitura. Já é de conhecimento público que os valores para construção do Hospital foram oriundos da verba obtida como indenização da Ação Civil Pública n. 22200-28.2007.5.15.0126, na qual o Ministério Público do Trabalho, Sindicato Químicos Unificados e Atesq promoveram após acordo no processo que condenou as multinacionais Shell e Basf pelo crime de contaminação ambiental.

Posando de caridoso com chapéu alheio

A prefeitura de Campinas não empregou nenhum centavo neste projeto, apenas cedeu um terreno público onde o centro de diagnósticos foi construído. Terreno público significa de propriedade de todos os cidadãos de Campinas. Ou seja, as propagandas que Jonas Donizette (PSB) veicula na televisão servem para o prefeito fazer marketing pessoal e esconder a situação caótica em que se encontra a saúde pública de Campinas.
A população enfrenta problemas como a falta de remédios nos postos de saúde, postos de atendimento estão sendo fechados, redução do número de exames de sangue, falta de trabalhadores na saúde, redução no horário de atendimento, superlotação das unidades, conforme denúncia dos conselheiros municipais de saúde.

Tática para esconder caos e corrupção

dinheiro02

Saco com dinheiro apreendido pela Operação Ouro Verde, em Campinas (Foto: Reprodução EPTV)

Jonas Donizette utiliza-se de mais esta fraude para esconder o caos e a corrupção que assola a saúde na cidade. No último dia 30 de novembro, a corrupção no Hospital Ouro Verde foi revelada por uma operação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco/MP-SP), com o apoio da Polícia Militar.

Segundo o Ministério Público, pelo menos R$ 4 milhões foram desviados por um grupo criminoso que administrava o Hospital. Os recursos deveriam ser aplicados na área da saúde em Campinas.

Confira a reportagem da TV Movimento que desmascara Jonas Donizette:

Relembre aqui os anos de luta dos ex-trabalhadores Shell/Basf e Unificados e a condenação das multinacionais Raízen (antiga Shell) e Basf pelos crimes ambientais cometidos entre 1974 e 2002 na planta industrial localizada em Paulínia, que resultaram, entre outras conquistas, nesta unidade do  Instituto de Prevenção de Campinas- um centro de diagnóstico ligado ao Hospital de Câncer de Barretos.

​http://quimicosunificados.com.br/shell/derrotadas-shellbasf-assinaram-termo-de-obrigacoes-no-tst-em-brasilia-hoje-84/

 

 

POST COMMENT

TESTE

Desenvolvido por Lógica Digital

© 2016 Químicos Unificados