News details

Read the full story here
WhatsApp Image 2017-10-27 at 13.08.46

É HORA DE DECISÃO!

Categoria decidirá sobre a proposta apresentada em assembleias no dia 5/11. Participe!

Os patrões apresentaram, nesta sexta-feira, 27/10, a proposta econômica e a renovação de todas as cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) por mais um ano. A campanha salarial do setor químico ocorre em um contexto de intensos ataques às leis trabalhistas promovidas pela reforma do golpista Michel Temer, que entrará em vigor a partir de 11/11.

A renovação de todas as cláusulas até 31/10/2018 impede a aplicação de mudanças extremamente ruins para os/as trabalhadores/as químicos/as como por exemplo, que mulheres grávidas trabalhem em locais insalubres e a implantação de trabalho temporário nas fábricas químicas. Nossa convenção coloca regras que limitam a utilização deste tipo de contratação e pelo período de no máximo 90 dias, quando a reforma amplia para 270 dias e em qualquer situação.

Vitória de nossa Convenção  sobre a Reforma Trabalhista

A conquista da renovação de toda a CCT é resultado de mobilização dos químicos frente a uma primeira proposta da bancada patronal que mexia em uma série de cláusulas de nossa convenção. Patrões e Fetquim vão instaurar uma comissão bipartite para discussão dos impactos da nova legislação trabalhista.

Cláusulas econômicas

O reajuste proposto para os salários e valor mínimo de Participação nos Lucros e Resultados (PLR) é a reposição da inflação pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). A última projeção do Banco Central o INPC acumulado do período é de 1,85%. O índice será divulgado em 10 de novembro pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas).

O Unificados levará a proposta para que os/as trabalhadores das regionais Campinas e Osasco decidam em assembleias no dia 5/11 nos Centros de Formação e Lazer.

A assembleia no Cefol Campinas, que fica na rodovia Dom Pedro I, km 118 – sentido Jacareí – em Valinhos, está marcada para às 10h.

Já a assembleia no Cefol Osasco, que fica na Estrada Mulatas, 1000 – Tijuco Preto, em  Cotia, tem primeira chamada às 9h3o.

Mobilização permanente

A renovação das cláusulas da convenção coletiva é uma vitória, porém é importante que os/as trabalhadores sigam mobilizados junto com o sindicato pois a reforma trabalhista permite aos patrões propor acordos diretamente por fábrica. Nossa luta seguirá em defesa de direitos históricos conquistados pela categoria química.

A proposta:

Manutenção da CCT por 12 meses com  instauração de comissão bipartite para discussão dos impactos da nova legislação trabalhista

Reajuste salarial: INPC integral até o teto

Salário Normativo:
Até 49 trabalhadores: Atual R$ 1.469,53 reajuste através do INPC
Acima de 50 trabalhadores: R$ 1.535,00 (reajuste 1,9%)

PLR

Até 49 trabalhadores: Atual R$ 930,00 reajuste através do INPC
Acima 50 trabalhadores: Atual R$1.030,00 reajuste através do INPC

Teto para reajuste:

Atual R$ 7.929,13 para R$ 8.200,00 (reajuste 3,4%)

 

WhatsApp Image 2017-10-27 at 13.08.24

Mesa da 2ª rodada de negociação realizada dia 27/10 em São Paulo

 

(Fotos: Dino Santos)

 

 

POST COMMENT

TESTE

Desenvolvido por Lógica Digital

© 2016 Químicos Unificados