News details

Read the full story here

Alcar Abrasivos cede e greve termina, em Vinhedo

 

Após dois dias de greve (ontem e hoje – 08/11/11), a Alcar Abrasivos, em Vinhedo, abriu negociações e atendeu às reivindicações de seus aproximadamente 200 trabalhadores.

Com a paralisação, os trabalhadores conquistaram um reajuste salarial de 11%, o que significa 4,04% de aumento real e 6,82% de reposição da inflação calculada no período de 01 de novembro de 2010 a 31 de outubro de 2011. A data base da categoria é 01 de novembro.

A proposta patronal das empresas do ramo químico é de um reajuste total de 9%, o que significa um aumento real de 2,02%.

Com a greve, o valor da participação nos lucros e resultados (PLR) na Alcar é de R$ 1.500,00, sendo pago de uma única vez em janeiro próximo. A proposta da patronal do ramo é de uma PLR de R$ 730,00 e, no início da paralisação, a Alcar ofereceu R$ 1.400,00 para pagamento em uma única vez.

O acordo hoje assinado entre os trabalhadores, o Unificados e a Alcar estabelece que os dois dias de greve não serão descontados e que haverá estabilidade no emprego de 60 dias para todos.

TESTE

Desenvolvido por Lógica Digital

© 2016 Químicos Unificados

Químicos Unificados

Veja todos

Fale conosco