News details

Read the full story here

Trabalhadores param Complexo Rhodia por cinco horas

Uma assembleia parou na por cinco horas, na manhã de hoje (30/11), as empresas Basf, Bayer, Air Liquide, Merial, Solvay e Tereftalicos, todas localizadas no complexo Rhodia, em Paulínia. Os/as trabalhadores/as reivindicam a negociação direta com as empresas com o objetivo de conquistar reajuste sem parcelamento e solucionar problemas específicos de cada uma delas.

Assembleia na manhã desta quarta-feira (30/11) no complexo Rhodia parou seis empresas durante cinco horas, em defesa das negociações diretas.

Merial abre negociação

No mesmo dia da paralisação, a Merial reuniu-se com dirigentes do Unificados e se comprometeu a aplicar os 8,5% retroativo a 1º de novembro. Esta conquista é resultado da mobilização dos/as companheiros/as desta fábrica que, junto com o Unificados, organizaram a luta e conseguiram avançar no processo de negociação.

Vale lembrar que o Unificados conseguiu fechar acordos melhores em mais de 90 empresas das regiões de Campinas e Osasco, resultado de mobilização intensa em várias fábricas.

TESTE

Desenvolvido por Lógica Digital

© 2016 Químicos Unificados

Químicos Unificados

Veja todos

Fale conosco