News details

Read the full story here
29541087_1686621294748374_6838078992548101058_n

Amanhã, dia 7, é dia de defender o SUS

Movimento Popular de Saúde de Campinas – MOPS junto à diversas outras entidades de Campinas estará promovendo amanhã, dia 7, Dia Mundial da Luta pela Saúde, um ato em defesa do SUS e pelo Direito à Saude. O Unificados entende que a saúde é um direito de todos e dever do estado. Portanto, esta é uma luta de todos nós!

A importância do SUS

O Sistema Único de Saúde (SUS) no Brasil é uma conquista da luta de amplos setores da nossa sociedade que veem na sua existência, no seu fortalecimento e na sua consolidação a possibilidade de garantir ao povo brasileiro a igualdade em relação a um direito de cidadania que é a manutenção da própria vida. No entanto, se fomos capazes de criar o SUS na Constituição de 1988 ainda não conseguimos vencer os obstáculos para efetivar essa política. Após o golpe parlamentar, empresarial, jurídico e da grande mídia de 2016 o SUS tem sido violentamente atacado. Primeiro através do congelamento dos gastos públicos por 20 anos o que afeta diretamente o sistema que já sofria de sub financiamento desde que foi criado. Depois com duros golpes na Saúde Mental, na Atenção Primária, no Programa Mais Médicos e com a ameaça dos convênios “populares” que só interessam aos grupos privados financiadores de políticos que os defendem.

Em Campinas

Em Campinas vivemos o ataque ao SUS está intensificado pela pior gestão municipal na área da saúde que já tivemos. Serviços parados por falta de materiais e equipamentos, SAMU em crise por falta de manutenção de ambulâncias, diminuição do quadro de pessoal, falta de medicamentos, trabalhadores desmotivados sobrecarregados e sem espaço democrático de debates. Os Conselhos vêm denunciando todos os dias que o acesso da população às ações de saúde está cada vez mais difícil. As deliberações do Conselho Municipal não são respeitadas. Para completar o Ministério Público investiga desvios de recursos através da Organização Social responsável pela gestão do Hospital Ouro Verde. Enquanto não se resolve a situação o hospital está com grande parte dos seus serviços inoperantes e os trabalhadores contratados pela OS ameaçados de demissão. O executivo apresentou projeto de criação de uma autarquia para administrar hospitais e serviços de urgência que foi votado a toque de caixa na Câmara. Esse projeto abre todas as possibilidades para mais privatizações, inclusive das áreas assistenciais, o que é inconstitucional.
Venha lutar pelo direito à Saúde! Em defesa do SUS 100% público dequalidade e democrático! Contra a péssima gestão do Governo Jonas e do Secretário Cármino!

MARCHA EM DEFESA DO DIREITO À SAUDE, no dia 7 de Abril, sábado.
Concentração na Estação Cultura: 9 horas.
Caminhada, cantoria, batuque e distribuição de panfletos, pela 13 de Maio: 10 horas
Ato na Praça da Catedral na chegada da Caminhada.
Tragam suas faixas, suas bandeiras e seus cartazes.

 

POST COMMENT

TESTE

Desenvolvido por Lógica Digital

© 2016 Químicos Unificados