News details

Read the full story here

Trabalhadores da Dacarto encerram greve, em Osasco

A greve dos trabalhadores da Dacarto Benvic Ltda iniciada em 05 de novembro foi encerrada no dia seguinte, conforme decisão tomada em assembléia na qual foi avaliada uma proposta de negociação feita pela empresa que, por outro lado, também usou da repressão policial para intimidar o movimento.

No dia 5, após o início da paralisação, o sindicato fez contato com um representante/negociador por parte da empresa, que apontou para a possibilidade de abrir negociações em relação ao reajuste salarial. Mas isto ficava condicionado ao fechamento da campanha salarial com o sindicato patronal e ao fim da greve na Dacarto.

Na manhã do dia seguinte, com a confirmação por parte do negociador representante da Dacarto de que as discussões sobre o reajuste salarial seriam abertas e sob advertências de não desconto das horas paradas e de nenhuma outra forma de retaliação sobre os trabalhadores, a assembléia decidiu pelo fim da greve.

05 de novembro de 2007

Dacarto se recusa a negociar e greve pára 100% a produção

Mobilização é resposta à intransigência da empresa, que se recusa a abrir negociações sobre a pauta de reivindicações

Trabalhadores do turno da noite na Dacarto, em Osasco, recebem jornal do Unificados sobre a Campanha Salarial 2007, em 30/10/2007

Trabalhadores do turno da noite na Dacarto, em Osasco, recebem jornal do Unificados sobre a Campanha Salarial 2007, em 30/10/2007

Uma greve com a paralisação total da produção na Dacarto Benvic Ltda teve início na manhã de hoje (05/11/07), logo após sua aprovação em assembléia pelos (as) trabalhadores (as) que entrariam no primeiro turno, às 6 horas. Os trabalhadores que entrariam no segundo turno, às 14 horas, também em assembléia tomaram a mesma decisão.

A greve é por tempo indeterminado e tem o objetivo de se contrapor à intransigência patronal que metodicamente se recusa a considerar e negociar a pauta de reivindicações apresentada pelos trabalhadores desde o dia 01 de outubro.

História da mobilização na Dacarto

Nos últimos 30 dias, a Dacarto Benvic Ltda marcou duas reuniões com o Sindicato dos Químicos Unificados para discutir a pauta de reivindicações aprovada e protocolada pelos trabalhadores no dia 01 de outubro. Mas, mas em nenhuma delas apresentou qualquer proposta séria para ser concretamente negociada e também não avançou em respostas às alternativas apontadas pelo sindicato.

Por esse motivo, em assembléias realizadas nos dias 30 e 31 de outubro os trabalhadores decidiram por iniciar uma greve hoje (05/11/07), o que foi devidamente comunicado à empresa, caso ela não abrisse negociações de uma forma séria e responsável. E a Dacarto não deu qualquer retorno, o que deflagrou a greve.

Reivindicações específicas

Além das reivindicações gerais pela categoria na campanha salarial/2007, estes são os pontos específicos que constam da pauta para a Dacarto Benvic: extensão para toda a produção do aumento real de 12% já dado para a chefia; equiparação salarial; jornada de trabalho igual para todos, com os sábados livres; e cesta básica.

A Dacarto Benvic é associada à multinacional belga Solvay Benvic S.A., está situada no município de Osasco, têm cerca de 370 trabalhadores (as) e produz compostos de pvc rígidos e flexíveis para as indústrias automobilísticas, de calçados e modas, construção civil, fios e cabos, frascos, etc.

VEJA AQUI MAIS INFORMAÇÕES SOBRE A CAMPANHA SALARIAL 2007

TESTE

Desenvolvido por Lógica Digital

© 2016 Químicos Unificados

Químicos Unificados

Veja todos

Fale conosco