News details

Read the full story here

Sindicato consegue reintegração de cipeira

A empresa Parafix, de Valinhos, demitiu cipeira em pós-mandato no início de julho. A empresa alegou que a trabalhadora foi transferida da matriz para a filial da empresa e não se atentou que ela era cipeira e, portanto, com direito à estabilidade.

O Sindicato por meio de negociação e apoio do departamento jurídico conseguiu a reintegração da trabalhadora, já que mesmo transferida de unidade ela continua com os mesmos direitos.

A lei estabelece que integrantes da CIPA têm estabilidade no emprego, desde o registro da candidatura até um ano após o final de seu mandato. Isso acontece para que o cipeiro tenha liberdade de apontar os riscos para a saúde e segurança dentro da fábrica, sem medo de represálias dos patrões.

Seja sindicalizado, apoie e participe das ações do sindicato, pois somente com organização e união é possível proteger a classe trabalhadora e lutar pela manutenção de seus direitos.

POST COMMENT

TESTE

Desenvolvido por Lógica Digital

© 2016 Químicos Unificados