News details

Read the full story here

Trabalhadores da Rhodia, em Paulínia, atrasam a entrada em duas horas em mobilização por 12,6% na Campanha Salarial

Trabalhadores da Rhodia em assembléia da Campanha Salarial Emergencial, realizada dia 28 de abril

Os trabalhadores do turno da manhã da Rhodia do Brasil Ltda., em Paulínia, atrasaram em duas horas o início da produção no dia 28 de abril, permancendo em assembléia na portaria da empresa em mobilização na Campanha Salarial Emergencia de 13% da categoria química e em celebração ao “Dia Internacional em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças no Trabalho”, que é comemorado hoje. Na assembléia, que contou com a participação total dos aproximadamente 1.100 trabalhadores na empresa, foi aprovada por unanimidade a continuidade da mobilização pela reposição bem como o seu endurecimento caso a Fiesp – Federação das Indústrias do Estado de São Paulo e a própria empresa, em particular, se recusem a abrir negociações sobre essa reivindicação.

Junto ao Sindicato Químicos Unificados (Campinas, Osasco e Vinhedo), participaram da assembléia dirigentes do Sindicato dos Metalúrgicos e da Construção Civil, ambos de Campinas e Região, que também estão em campanha salarial e cujas categorias possuem trabalhadores na planta da Rhodia em Paulínia.

A mobilização

Todos os sindicatos químicos cutistas do país estão engajados nessa Campanha Salarial Emergencial. Ela reivindica a reposição de 13% da previsão de inflação acumulada no período de 1º de novembro de 2002 (última data base) até o dia 30 de abril próximo, medida pelo INPC do IBGE. São 450 mil trabalhadores na categoria, dos quais 30 mil estão na base territorial de Campinas, Osasco e Vinhedo do Sindicato Químicos Unificados.

Na região de Campinas, além da de hoje na Rhodia, foram realizadas assembléias na Bann Química (Paulínia), na Garoa (Hortolândia), Fort Dodge (Campinas) -e Amanco (Sumaré). Em todas, por unanimidade os trabalhadores aprovaram a luta, em todos os seus campos, com o objetivo da conquista da reposição salarial. Nos próximos dias serão realizadas assembléias na Sherwin-Williams e na 3M (ambas em Sumaré) e na EMS Farmacêutica (em Hortolândia).

Trabalhadores da Bann Química em assembléia da Campanha Salarial Emergencial, realizada dia 25 de abril

Trabalhadores da Saint-Gobain, Vinhedo, em assembléia da Campanha Salarial Emergencial, que atrasou em 1 hora a entrada do turno.

“Relembrar os Mortos e Lutar pela Vida”

Na assembléia da manhã de hoje na Rhodia, assim como ocorreu em diversas outras cidades e empresas brasileiras e também em outros países, foi celebrado o “Dia Internacional em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças no Trabalho, que é comemorado em 28 de abril. O lema em 2003 é “Relembrar os Mortos e Lutar pela Vida”. Ele presta uma homenagem a todos os trabalhadores mortos ou adoecidos no local de trabalho, vitimados pela ganância empresarial que prioriza o lucro em detrimento da segurança dos trabalhadores.

Na assembléia, essa homenagem foi prestada pelos presentes com uma salva de palmas com a duração de um minuto. Veja mais sobre o Dia Internacional em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças no Trabalho.

TESTE

Desenvolvido por Lógica Digital

© 2016 Químicos Unificados