News details

Read the full story here

Greve na Galvani, em Paulínia, por maior aumento real

 

Os aproximadamente 450 trabalhadores da Galvani Indústria, Comércio e Serviços estão em greve desde a manhã do dia 2 de dezembro, conforme decisão tomada em assembleia (foto acima). Eles reivindicam um reajuste salarial maior do que os 9% oferecidos pela patronal na campanha salarial 2011 da categoria, que correspondem a 2,34% de aumento real e reposição da inflação de 6,66% para o período 01/novembro/2010 a 31/outubro/2011. A data base da categoria é 01 de novembro.

Jornada de trabalho

Outra reivindicação é sobre a jornada de trabalho. O regime de quatro turnos que anteriormente era praticado na empresa foi coibido pela Justiça do Trabalho, por irregularidades. A Galvani o substitui por turnos 6 x 1 e 6 x 3, que são muito prejudiciais aos trabalhadores. Estes querem a implantação da 5ª turma, o que a Galvani se recusa a fazer.

TESTE

Desenvolvido por Lógica Digital

© 2016 Químicos Unificados

Químicos Unificados

Veja todos

Fale conosco