News details

Read the full story here

Hinode volta atrás

Os trabalhadores da Hinode, em Jandira, foram surpreendidos, no final de julho, com comunicado da empresa de que, a partir de agosto, passariam a trabalhar todos os sábados. A decisão causou estranheza e revolta. Desde 2015, após uma greve realizada na fábrica, o regime é de sábados alternados.

O Sindicato esteve na porta da fábrica para conversar com os trabalhadores sobre este assunto e decidir, conjuntamente, o que fazer. Na ocasião os trabalhadores pararam na entrada da fábrica, numa clara demonstração de descontentamento e indignação.

Após esta pressão a empresa voltou atrás e decidiu manter os sábados alternados.

Ao invés de buscar alternativas para suprir suas demandas operacionais sem prejudicar os trabalhadores, as empresas preferem sobrecarregá-los impondo jornadas exaustivas. Esse é um dos motivos pelos quais o Sindicato Químicos Unificados, historicamente, defende uma jornada de trabalho com 40 horas semanais, com sábados e domingos livres.

A jornada de trabalho é um fator muito importante para qualidade de vida, pois interfere na rotina, no sono, na saúde e no convívio familiar e social.

POST COMMENT

TESTE

Desenvolvido por Lógica Digital

© 2016 Químicos Unificados