News details

Read the full story here

Pandemia tira 6,1 mi de pessoas da proteção do INSS

Na pandemia, 6,1 milhões de trabalhadores formais perderam garantias para ter acesso aos benefícios previdenciários. No final de 2019, havia 47, 2 milhões de empregados segurados pela Previdência. No final de 2020, esse número caiu para 41,1 milhões.

Uma queda espantosa de 6,1 milhões que são parte dos 14 milhões de desempregados hoje no Brasil. Os dados são do IBGE e dos Boletins Estatísticos da Previdência, conforme análise do pesquisador da UNB e especialista de Previdência da Fetquim-CUT, Remígio Todeschini.

Para André Alves, dirigente do Químicos Unificados e secretário de Saúde da Fetquim, “é triste a situação de nosso povo com o governo Bolsonaro, que não garante emprego e renda, além de prejudicar os segurados do INSS”. Segundo ele a população está sem emprego, sem direitos previdenciários, sem auxílio emergencial e sem vacina. “Não há uma política de proteção de emprego, em que o governo garanta renda mínima para todos”, diz. (com Fetquim)

POST COMMENT

TESTE

Desenvolvido por Lógica Digital

© 2016 Químicos Unificados

Químicos Unificados

Veja todos

Fale conosco