News details

Read the full story here
beto em frente à Hinode

Hinode descumpre orientações da OMS e coloca trabalhadores em risco

Chegaram ao sindicato denúncias de que a Hinode vem adotando procedimentos contrários às recomendações de segurança da OMS para cessar a contaminação pelo coronavírus, prejudicando os trabalhadores e expondo todos à contaminação.
Apesar de não desempenhar atividade essencial à sociedade, a empresa decidiu manter sua linha de produção ativa, na qual dezenas de pessoas ficam próximas uma às outras o dia inteiro, impossibilitados de manter distância de segurança. De acordo com as denúncias, uma das coordenadoras chegou a fazer um discurso aos funcionários, no qual afirmou que nada poderia ser feito em relação a isso, mas que os trabalhadores precisavam se manter fortes diante da crise.
A empresa poderia fazer muitas coisas sim, como suspender as atividades. No caso de insistir em manter a produção, poderia ao menos providenciar transporte aos funcionários, evitando que utilizem o transporte público, impedir a aglomeração com jornada em horários alternativos e consultar o sindicato para planejar eventuais ações.

Adiamento de férias
A Hinode afirmou que pretende adiar férias já programadas dos funcionários, impondo que os trabalhadores permaneçam no desempenho de suas atividades. Essa atitude vai na contramão de todas as medidas protetivas acima listadas.
O sindicato esclarece que uma vez comunicado ao trabalhador a concessão de férias, a efetiva data não pode ser alterada por decisão unilateral da empresa. Portanto, o Sindicato requer a manutenção das férias já programadas.
Caso a empresa decida impor o adiamento, deverá indenizar os trabalhadores que já haviam se programado para férias anteriormente comunicadas.

Momento crucial
É importante que todos analisem agora a postura que as empresas estão adotando diante dessa crise.
Trata-se de um momento sem precedentes na história, no qual milhares de vidas estão ameaçadas. Algumas empresas estão articulando ações sérias, dispensando funcionários sem suspender os salários, doando dinheiro para o SUS ou materiais de higiene à população.
Outras empresas, em compensação, estão colocando seus interesses financeiros acima da vida dos próprios funcionários e ficarão marcadas pela irresponsabilidade social e descaso, que pode levar à morte de centenas de pessoas.

POST COMMENT

TESTE

Desenvolvido por Lógica Digital

© 2016 Químicos Unificados