News details

Read the full story here
foto Altacoppo

Altacoppo: descaso com trabalhador

A Altacoppo, indústria do segmento de descartáveis em Carapicuíba, tem um longo histórico de intransigência e abuso junto aos trabalhadores, realizando descontos abusivos nos salários, desrespeitando a Convenção Coletiva ao tentar trocar domingos por dias úteis e pressionando para impor suas medidas arbitrárias.

A empresa reforçou essa conduta durante a pandemia e cortou 70% do salário dos trabalhadores, apoiada na MP 936 criada por Bolsonaro e que autoriza as empresas a tomarem essa medida. Com isso, afetou diretamente a renda dos trabalhadores e trabalhadoras da fábrica.

Como se não bastasse reduzir ou suspender salários, a empresa nessa crise, tira a cesta básica, vale alimentação/refeição dos trabalhadores por ida ao médico, esquecimento de marcar o ponto entre outros pequenos motivos. Essa postura é claramente desumana e mesquinha.

Para piorar ainda mais a situação, a empresa fez o cadastro dos trabalhadores com dois CNPJ, que gerou dois pagamentos. Agora, a conta ficou para o trabalhador que encontra grande dificuldade para devolver esse dinheiro do benefício e do auxílio emergencial ao governo federal. A empresa erra e depois quem tem que consertar é o trabalhador?

A Altacoppo mais uma vez coloca seus lucros em primeiro lugar e não cede um milímetro para melhorar as condições de vida daqueles que realmente fazem a empresa funcionar.

POST COMMENT

TESTE

Desenvolvido por Lógica Digital

© 2016 Químicos Unificados